Qual melhor estrutura de URLS para e-commerce?

Convertendo tráfego em vendas

Qual melhor estrutura de URLS para e-commerce?

Muitos lojistas se perguntam qual é a melhor estrutura de URLs para E-commerce. Tendo como base o SEO, portanto considerando os caprichos de Google e Bing, montamos um pequeno guia de como estruturar as URLs do seu E-commerce para otimizar para buscas.

Como autor, entendo que este artigo ajuda muito a e-commerces de todos os tamanhos definirem suas regras de URL tendo em vista o impacto nas buscas orgânicas.

Princípios básicos de URLs para E-commerce

  • Todo URL deve ser amigável
  • Todo URL deve conter uma palavra-chave
  • A palavra-chave deve ser escolhida com base em volume das buscas

URLs mais simples são melhores para SEO

Na minha opinião, entendo que o URL total deve ser o mais curto o possível. Isso funciona bem para mim e para meus clientes. Com base nisso sempre oriento a seguinte estrutura de URLs:

loja/produto
loja/categoria
loja/tag
loja/busca
loja/conteúdo

Ou seja, o termo buscado está muito próximo do domínio principal, herdando sua autoridade de forma mais direta. Fernando Santos, especialista em SEO, e Francisco Lemos, consultor de E-commerce da DlojaVirtual, também concordam.

A ideia é simples, você constrói uma estrutura que tem apenas um objetivo. Mais ou menos como desta foto abaixo:

Qual melhor estrutura de URLS para e-commerce?

Quando usar URLs por departamentos para SEO?

Na opinião do Dionathan, que eu concordo, a estrutura acima é limitada a lojas menores, com apenas um segmento. Cuidando sempre para que o URL total fique enxuto, sem exageros.

“Pensando em SEO eu sem dúvida iria para o formato loja/departamento/produto, sempre cuidando muito para não ficar enorme a URL. Isso para ecommerce com um mix muito variado. Agora para lojas de nicho, iria com estrutura simples como loja/produto”

Departamento, vale lembrar, são itens excludentes. Se um produto está em confecção ele não pode estar em acessórios. Portanto todos os produtos do departamento confecção, desde meias a blazers ficam no loja/confecção (apenas exemplo).

A estrutura ficaria mais ou menos assim:

loja/departamento/produto
loja/departamento/categoria
loja/tag
loja/busca
loja/conteúdo

A ideia aqui é mais complicada, mas no final se terá vários departamentos semelhantes que, semanticamente, serão similares também embora tenham conteúdos diferentes. Uma boa analogia é esta foto abaixo:

Qual melhor estrutura de URLS para e-commerce?

Arquitetura de silo é a melhor estrutura de URLs para SEO

Já Lucas Maranho, da LiveSEO, prefere usar desde o começo categorias na composição do URL. Ou seja, loja/categoria/produto. Mas quando isso é complicado de fazer ele prefere deixar como está.

Arquitetura de silo é uma técnica semântica em que se separa o conteúdo conforme o contexto dele. Então confecção masculina vai para um URL, enquanto feminina para outro. Lucas definiu assim:

A arquitetura Silo (tipo silo de grãos de cereais), favorece webs que são verticais (de nicho) e não horizontais (ex. casas bahia).
Nesse processo de SILO, se falassemos de ecommerce, seriamos ter as categorias muito bem “clean” tendo produtos somente referente a esse tipo de produto.
Quando falamos também sobre os urls, usarmos a arquitetura SILO, é trabalhar que possivelmente os clusters de urls se disponham em SILO, estruturando um conteúdo eficiente.

  • URL
  • Conteúdo
  • Produtos

Todos dentro de uma única arquitetura silo.

Entendo que seja válido conforme o tipo de produto, pois não é toda categoria que pode ser “silada” nesse formato. Mas vale a pena pesquisar.

A estrutura ficaria assim:

loja/departamento/produto
loja/departamento/categoria
loja/departamento/tag
loja/departamento/busca
loja/departamento/conteúdo

Na arquitetura de silo, cada departamento é totalmente distinto do outro. A alteração não é apenas nos produtos, é na forma também. Apenas acontece de estarem no mesmo domínio. Uma boa analogia é esta imagem abaixo, em que cada animal cumpre uma função totalmente diferente.

Qual melhor estrutura de URLS para e-commerce?

Conclusão: a melhor estrutura de URLs depende

Como em qualquer situação de marketing e negócios, a melhor forma de executar depende de quem está usando e qual o objetivo. Resumindo a opinião de especialistas, e revisando a literatura a respeito, sugiro esse guia para estruturar as URLs de um e-commerce:

  • A melhor estrutura para lojas de um segmento só, orientadas a um produto como maria-pijamas.com.br; é a mais simples possível. Não coloque nem categoria ou subcategoria entre a home e o produto.
  • No caso de lojas multicategorias, orientadas a uma solução, como joao-autopeças.com.br, vale a pena usar departamentos ou categorias mutuamente exclusivas.
  • Por fim, em sites maiores com muitos departamentos totalmente distintos e com a necessidade de contextualizar semanticamente, o formato a buscar é uma arquitetura de silo. Um bom exemplo são todos os magazines e marketplaces. Em alguns casos, há até diferenças claras no layout, como cores e elementos, entre os departamentos distintos.

Mais referências sobre URLs de E-commerce para SEO

 

Sobre o Autor

Daniel Bender
Daniel Bender
Autor do Curso de SEO para E-commerce. Consultor de E-commerce e SEO, com mais de 10 anos de experiência em vendas e 20 anos na internet

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *